z Exchange - As melhores práticas para se levar dinheiro em suas viagens ao exterior

Dicas e Notícias

As melhores práticas para se levar dinheiro em suas viagens ao exterior

Muitas pessoas sabem que comprar moeda no país de destino nem sempre é uma boa opção ao viajante

Data da Publicação: 23/11/16

Chegou o momento da sua viagem ao exterior. Em meio às oscilações das cotações, às taxas e impostos envolvidos, como escolher a melhor  maneira de levar dinheiro e pagar todas as despesas da viagem?

As principais alternativas acabam sendo moeda em espécie, cartão de crédito e cartão pré-pago internacional. Nem tudo é perfeito, por isso é importante levar em consideração as vantagens e desvantagens de cada alternativa.

Moeda em espécie

Indiscutivelmente é a forma mais barata, pois o único custo envolvido é o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 1,10% (alíquota atual), no momento da compra, ao contrário de 6,38% dos cartões pré-pagos e de crédito.

Apesar de ser o mais conveniente em se tratando de custo, exige mais cuidado, pois existe o risco de se perder o dinheiro e não há garantia nem controle nenhum.

Esse risco pode ser minimizado com algumas dicas simples, dividindo o dinheiro em pequenas quantidades e guardando em lugares específicos na mala, ou viajando com um porta dólar (acessório muito comum de se encontrar em lojas de malas e mochilas) escondida embaixo da roupa tomando o cuidado de não deixá-la um minuto sozinha.

Cartão de crédito

Em questão de segurança e conveniência, o cartão de crédito leva vantagem. Em caso de imprevisto, é possível cancelar o cartão e solicitar um novo, apesar de poder haver demora para receber dependendo de onde estiver. Além disso, ele não ocupa espaço na carteira, pode andar sempre junto sem maiores problemas.

Por outro lado, tudo isso tem um custo, que não é dos mais baixos. Só no IOF se paga 6,38% nas transações, além de ficar sujeito ao fechamento do câmbio no encerramento da fatura, o que pode causar uma surpresa desagradável em caso de alta.

Cartão pré-pago internacional

O cartão pré-pago internacional funciona como um cartão de crédito, porém deve ser carregado previamente com o valor que será utilizado na viagem. A vantagem em relação ao cartão de crédito tradicional é que no momento da carga você já sabe exatamente a cotação, ou seja, não fica sujeito à variação cambial posterior, como no encerramento da fatura de um cartão de crédito.

Ele também pode ser carregado mesmo à distância, bastando efetuar a transferência do montante para a corretora no Brasil para que a mesma efetue a recarga. Mas atenção, a cotação do cartão normalmente é superior a cotação de compra de moeda em espécie, sempre faça essa conta no momento de organizar seu orçamento.

O custo com o IOF é o mesmo do cartão de crédito, 6,38%.

A seguir, uma breve comparação prática para uma compra de R$ 1.000 em moeda estrangeira:

  • moeda em espécie - o IOF será de R$ 11;
  • cartão pré-pago internacional ou de crédito - o IOF será de R$ 63,80.

Resumindo, levar o dinheiro em espécie sempre será a opção mais econômica, porém, dependendo de quanto será gasto na viagem e dos lugares que irá visitar, pode não ser muito apropriado andar com o valor total em espécie (você não vai querer ficar andando com, por exemplo, 5 mil dólares em dinheiro numa viagem com a família). Nesse caso é recomendável carregar parte do valor no cartão pré-pago internacional e também sempre ter o cartão de crédito para emergências.

Lembramos que quem vai realizar uma viagem daqui a 3 meses, deve se planejar para comprar a moeda ou carregar o cartão aos poucos, a cada mês, para fazer um preço médio e se proteger das oscilações. Pode ser o dia em que cai o salário, por exemplo.

No caso de quem vai viajar logo, em menos de um mês, já deve comprar tudo de uma vez, pois não vale a pena tentar prever a oscilação da moeda para obter algum ganho, dada a forte instabilidade do mercado.

Acompanhe através do aplicativo Exchange nas versões Apple e Android as melhores cotações da sua região, aproveite essas dicas, valorize seu dinheiro e Bon voyage